Memorias das escolas do ABC

Se você é um ex-aluno de colégios do ABC, acesse nossa página no Facebook e conte como era sua escola, os professores, o ensino, compartilhe suas fotos, resgate um pouco da história.

Muitos dos antigos colégios públicos da região foram instituições muito conceituadas, comparadas em qualidade aos colégios particulares, e as vagas eram bastante concorridas. No entanto, suas histórias são pouco conhecidas, a não ser na lembrança dos seus ex-alunos.

Mais sobre algumas escolas

EME PROFa. ALCINA DANTAS FEIJÃO – em São Caetano do Sul

EME PROFA. ALCINA DANTAS FEIJÃO

Fundada em 1967, iniciou com o nome de Ginásio Comercial Municipal de São Caetano do Sul. No ano seguinte, mudou para Colégio Comercial Municipal Prof.ª Alcina Dantas Feijão, em homenagem à professora Alcina, que atuou na Escola 28 de Julho e era esposa do educador e esportista Milton Feijão.

Em 1980, mudou novamente de nome, passando a se chamar - Centro Interescolar Municipal Prof ª Alcina Dantas Feijão. Atualmente chama-se EME Profª Alcina Dantas Feijão

Tornou-se uma das instituições públicas de ensino mais conceituadas de São Caetano, mas pouco sabemos sobre o que essa escola representou para os alunos que estudaram nela.

Comente com a gente no Facebook.

I. E. E. JOÃO RAMALHO – em São Bernardo

I. E. E. JOÃO RAMALHOUm grupo de ex-alunos do I. E. E. João Ramalho, que estudou entre as décadas de 1960 e 1970, mantém viva a memória do colégio por meio da rede social, registrando um pouco de sua história e relembrando professores e fatos. Inclusive promoveram um encontro para comemorar os 50 anos da escola. Uma iniciativa que mostra o quanto o colégio João Ramalho foi de grande importância na vida de quem estudou lá, comprovando que um ensino público de qualidade é possível.